Carlos Gregório Jr./Vasco.com.br
Carlos Gregório Jr./Vasco.com.br

Para Giovanni Augusto, São Januário é a arma do Vasco no segundo semestre

Meia aposta no fator casa para cruzmaltino crescer após a Copa do Mundo

Estadão Conteúdo

06 Julho 2018 | 17h42

O meia Giovani Augusto aposta no domínio do Vasco no estádio de São Januário, no Rio de Janeiro, para que a equipe suba na tabela de classificação do Campeonato Brasileiro, reverta o resultado adverso na Copa do Brasil e conquiste vantagem na Copa Sul-Americana, no retorno dessas competições após a Copa do Mundo da Rússia.

+ Kelvin promete 'colocar o coração em campo' para ajudar o Vasco após a Copa

"O fator casa faz muita a diferença no Brasileiro, então temos que fazer nossa parte quando estivermos jogando em São Januário. Tem que ser um ponto positivo para o nosso lado. Peço ao nosso torcedor que compareça nas partidas para nos incentivar, jogar junto do nosso grupo. Chegou a hora de transformar São Januário mais uma vez num caldeirão", afirmou Giovanni Augusto nesta sexta-feira.

A projeção do jogador tem fundamento nos números. Pelo Campeonato Carioca, em que o clube cruzmaltino foi vice-campeão, foram quatro partidas no estádio, sendo três vitórias e uma derrota. No Brasileirão, seis partidas, com quatro triunfos e dois reveses.

"Todo mundo sabe a grandeza do Vasco e do fanatismo que sua torcida possui. Quando ela está do nosso lado, nos sentimos mais fortes. Posso garantir que não vai faltar união, determinação e força de vontade do nosso time. Que a gente faça uma grande parceria até o final do ano para nos fortalecermos na busca por nossos objetivos", completou Giovanni Augusto, que busca se firmar entre os titulares.

O Vasco volta a jogar no estádio de São Januário no próximo dia 16 contra o Bahia, na segunda partida das oitavas de final da Copa do Brasil. Na ida, 3 a 0 para os baianos. Depois, no dia 19, mais um confronto em casa - desta vez o clássico diante do Fluminense, pela 13.ª rodada do Brasileirão. Os cariocas estão na 11.ª posição, com 15 pontos, e um jogo a menos - adiado na terceira rodada contra o Santos.

Já pela Copa Sul-Americana, a equipe encara a LDU, no próximo dia 25, no Equador, no jogo de ida, e em 9 de agosto, no estádio de São Januário, na volta.

O Vasco treinou mais uma vez no CT de Pinheiral, no interior do Rio de Janeiro, nesta sexta-feira. O técnico Jorginho comandou uma série de atividades físicas, técnicas e táticas com os jogadores, com ênfase no posicionamento defensivo durante as bolas paradas.

Neste sábado, o time realiza dois jogos-treinos - contra Madureira e Portuguesa-RJ. A comissão técnica vai avaliar o rendimento dos atletas na volta do recesso. "É sempre muito importante disputar amistosos durante um período de preparação, até mesmo para conquistar resultados positivos, começar com o pé direito e fazer a confiança aumentar", concluiu Giovanni Augusto.

 

 

Mais conteúdo sobre:
futebolVascoGiovanni Augusto

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.