Para Grêmio, jogo é de sobrevivência

O jogo do Grêmio contra o Paraná, neste sábado à tarde, em Porto Alegre, é de vital importância para a sobrevivência do time no Campeonato Brasileiro. ?Lanterna? da competição com 37 pontos ganhos, a equipe treinada por Adílson Batista é obrigada a vencer, chegar aos 40 pontos e torcer por uma derrota do Bahia para o Guarani, em Campinas para, ao menos, deixar a última colocação. Para isso, Adílson, mesmo que não confirme, já definiu a equipe, com as ausências dos suspensos Ânderson Lima e Baloy. George e Adriano entram em seus lugares. A única dúvida do técnico gremista é Roger, com problemas nos ligamentos do pé esquerdo. Se não for liberado, Carlos Miguel será o seu substituto na lateral-esquerda. Gilberto continua no meio-campo, com liberdade para criar jogadas aos atacantes, junto com Tinga e Leânderson. Christian está confirmado no ataque, ao lado de Cláudio: "Ainda sinto dores no joelho, mas vou jogar e agüentar o máximo de tempo possível", disse o atacante.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.