Para imprensa alemã, jogadora Marta é 'estrela imperfeita'

Revista Der Spiegel afirma que brasileira tem um potencial incrível, mas ainda precisa de um título de expressão

Marcelo Crescenti, da BBC,

01 de outubro de 2007 | 10h25

A jogadora Marta, da seleção brasileira de futebol, ainda é "uma estrela imperfeita, por não ter chegado ao ápice de sua carreira, e "poderá mostrar muito mais jogo no futuro", segundo afirma nesta segunda-feira texto da versão online da revista alemã Der Spiegel. Veja também: Crônica do jogo: Alemanha 2 x 0 Brasil Lula elogia seleção feminina e pede atenção para a modalidade A seleção brasileira, liderada por Marta, eleita pela Fifa a melhor jogadora do mundo, foi derrotada no domingo pela Alemanha na final da Copa do Mundo de futebol feminino, disputada na China. O texto da revista diz que "ela joga futebol em uma outra dimensão" e "faz coisas que nenhuma outra jogadora no mundo consegue". Para a Spiegel, a Copa do Mundo na China foi em parte um "Marta Show".  Espetáculo O jornal Augsburger Allgemeine, da cidade de Augsburg, também se deixou encantar por Marta. "O maior espetáculo que o futebol mundial tem a apresentar no momento atende pelo nome de Marta," diz o jornal, eufórico, e chama a atacante brasileira de "deusa do futebol." Segundo a publicação, Marta já merece entrar no "hall da fama" do futebol brasileiro, junto com Pelé e Zico. Para a imprensa alemã, a boa infra-estrutura do futebol feminino da Alemanha contribuiu para a vitória da seleção do país na Copa da China. O país já havia vencido o mundial anterior. Organização versus intuição O respeitado jornal alemão Frankfurter Allgemeine ressalta em sua edição desta segunda-feira que "a organização venceu a intuição", em uma referência às diferenças na infra-estrutura do futebol feminino na Alemanha e no Brasil. A revista alemã Der Spiegel faz um comentário semelhante, ao dizer que "o planejamento alemão venceu a improvisação brasileira." Segundo o Frankfurter, "o futebol feminino no Brasil deverá continuar sendo um esporte de minorias, discriminado e sem uma grande aceitação na sociedade." Ao mesmo tempo, a estrutura do futebol feminino alemão é "um sonho", diz o jornal, que lembra que o esporte é fortemente apoiado pela Federação Alemã de Futebol.

Tudo o que sabemos sobre:
Futebol femininoAtacante Marta

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.