EFE
EFE

Para Iniesta, Barcelona precisa ser 'perfeito' para bater Real Madrid

Equipe da Catalunha está na terceira colocação, quatro pontos atrás do líder merengue

Agência Estado

20 de março de 2014 | 11h04

BARCELONA - Real Madrid e Barcelona farão neste domingo, no Santiago Bernabéu, um aguardado clássico entre dois dos principais candidatos ao título do Campeonato Espanhol - o Atlético de Madrid é o outro postulante. Na terceira colocação, quatro pontos atrás do líder Real, o Barça precisará ser "perfeito" se quiser arrancar uma vitória na casa do rival. Pelo menos foi o que afirmou o meia Iniesta nesta quinta-feira.

"Precisamos fazer uma partida praticamente perfeita porque é o que o rival nos exigirá. Estamos em condições de fazê-la", declarou. "Não podemos ter outra coisa na cabeça que não seja ganhar e jogar bem. De hoje até domingo a mentalidade precisa ser a mesma. Não pode haver nem um pensamento de dúvida."

O Barcelona chega animado para o clássico, depois da goleada por 7 a 0 sobre o Osasuna, no último domingo, e da classificação diante do Manchester City nas oitavas de final da Liga dos Campeões da Europa. A equipe catalã, no entanto, vivia um momento conturbado até então, com críticas ao técnico Tata Martino e a alguns jogadores, como Neymar.

Mesmo assim, Iniesta disse acreditar que os torcedores do Barça confiam em uma vitória catalã. "Me custaria crer que há torcedores do Barça que não acreditam em nós. Esta equipe ganhou o direito de acreditar na situação que for. Tivemos dias ruins como todo mundo, mas ninguém pode pensar que o Real Madrid nos vencerá tranquilamente."

Iniesta fez questão de exaltar a qualidade do adversário, que conta com nomes como Cristiano Ronaldo, Bale e Benzema. No entanto, é outro jogador madrilenho que mais preocupa o meia catalão. "Modric é um jogador muito interessante, de altíssimo nível. Joga muito bem, é completo, combina bem. Contar com ele é muito importante para o Real. É quem comanda a saída e bola, quem cadencia a equipe. Precisamos ficar de olho nele."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.