Para Ipatinga, é vencer ou vencer o Goiás em casa

Se quiser manter vivo o sonho de permanecer na elite do futebol brasileiro, vencer torna-se cada vez mais imprescindível para o Ipatinga. Após o empate contra o Santos, concorrente direto na briga contra o rebaixamento, o time do interior de Minas Gerais encara o Goiás, neste domingo, às 16 horas, no Ipatingão, com uma missão: vencer ou vencer.A partida marcará a estréia de Márcio Bittencourt à frente do comando ipatinguense que, só em 2008, já trocou de treinador quatro vezes: Emerson Ávila e Moacir Júnior comandaram o time no Campeonato Mineiro e Giba e Drubscky pelo Brasileirão.Último colocado na tabela de classificação com apenas 17 pontos em 63 possíveis, o Ipatinga tentará, mais uma vez, deixar a incômoda lanterna que está em suas mãos há 11 rodadas. Para isso, precisa fazer o dever de casa e torcer por uma derrota ou empate do Santos, que recebe o vice-líder Cruzeiro.Para enfrentar o time esmeraldino, o novo comandante contará com um reforço importante. O atacante Adeílson, artilheiro do time com seis gols, cumpriu suspensão pelo terceiro cartão amarelo e retorna ao ataque. Com isso, Kempes deve perder a posição. Quanto ao restante do time, o treinador afirmou que vai analisar o elenco e só confirmará a escalação nos vestiários.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.