26.03.2013 - Amr Abdallah Dalsh/Reuters
26.03.2013 - Amr Abdallah Dalsh/Reuters

Para ir à Copa, Egito volta a jogar no Cairo após 2 anos

Playoff africano definirá os cinco representantes do Mundial que será disputado no Brasil

AE-AP, Agência Estado

25 de setembro de 2013 | 13h42

CAIRO - A Associação Egípcia de Futebol anunciou nesta quarta-feira que o Egito irá jogar no Cairo, pela primeira vez em dois anos, no jogo que poderá lhe dar uma vaga na Copa do Mundo de 2014. A cidade foi escolhida para abrigar a partida de volta diante de Gana, em novembro, pelo playoff africano que definirá os cinco representantes do continente no Mundial que será realizado no Brasil.

O duelo de ida diante dos ganeses ocorrerá no próximo mês, enquanto este confronto de volta acontecerá no estádio de propriedade militar recentemente rebatizado com o nome 30 de Junho, em comemoração ao dia em que milhões de egípcios foram às ruas para exigir a deposição do presidente islamita Mohammed Morsi.

Abalada por uma série de episódios de violência nos últimos anos por causa da situação política do país, a capital egípcia foi confirmada como palco deste duelo decisivo entre a seleção da casa e Gana depois de discussões entre dirigentes do futebol do país, o ministro do Esporte local, Taher Abouzeid, e autoridades estaduais.

O Egito não se classifica para uma Copa do Mundo desde 1990, mas chegará nesta disputa contra Gana cheia de moral, pois foi a única seleção a fechar a fase de grupos das Eliminatórias Africanas com 100% de aproveitamento - foram seis vitórias em seis jogos no Grupo G.

A última vez que o Egito jogou no Cairo foi em outubro de 2011, quando bateu Níger por 3 a 0, quatro meses antes de um conflito generalizado entre torcedores em um jogo do Campeonato Egípcio, em Port Said, deixar mais de 70 mortes, fato que inflamou ainda mais o complicado cenário político do país.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCopa de 2014EgitoCairo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.