Para Kranjcar, eliminação da Croácia foi contra o Japão

O técnico da Croácia, Zlatko Kranjcar, disse que seus jogadores não devem se envergonhar da eliminação na primeira fase da Copa do Mundo, após o empate por 2 a 2 com a Austrália, em Kaiserslautern. Apesar do resultado desfavorável desta quinta-feira, o treinador disse que a eliminação aconteceu por causa de outra partida."O ponto decisivo para a eliminação foi o empate sem gols com o Japão. Quero felicitar a Austrália pela classificação", disse o treinador, que lamentou a acomodação da Croácia após o segundo gol. "Fizemos o 2 a 1 e desistimos do jogo. Não deveríamos ter recuado tanto."Kranjcar também lamentou as chances perdidas e apatia da seleção croata durante quase todo o jogo. "Acho que tivemos boas chances de marcar, mas não fizemos. Teríamos que saber controlar mais o jogo, mas quando meus jogadores tinham a bola, recuavam deliberadamente. Nosso primeiro gol deveria ter nos empurrado ainda mais para o ataque."O técnico croata fugiu do discurso comum dos derrotados e evitou as polêmicas e as críticas. "Nosso time fez o que pode e não quero comentar os gols australianos. Um deles talvez tenha sido marcado por um jogador impedido e o outro num pênalti contra nós. Não quero falar o trabalho do árbitro, isto eu vou deixar para vocês, jornalistas."A Croácia terminou a primeira fase da Copa com o terceiro lugar no Grupo F, com dois pontos, à frente apenas do Japão, que tem um ponto. O Brasil foi o primeiro, com nove pontos e a Austrália ficou em segundo, com quatro pontos, ambas classificadas para as oitavas de final.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.