Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Para Leão, Cruzeiro poderia ter goleado

A vitória do Cruzeiro sobre o São Paulo, por 2 a 1, foi bastante comemorada hoje pelo técnico Emerson Leão, que fez a sua estréia no comando do time mineiro. Com o resultado, o Cruzeiro assumiu a vice-liderança do Campeonato Brasileiro, com 14 pontos, superando o próprio Tricolor, que, com a mesma pontuação, está agora em terceiro lugar na tabela. "Para um primeiro jogo, para uma estréia, contra o líder que era o São Paulo, eu não diria desfalcado, mas sem alguns jogadores titulares, eu acho que foi bem demais", observou Leão. De acordo com o treinador, a equipe celeste poderia ter definido o jogo ainda no primeiro tempo. "Poderíamos ter feito quatro gols". Segundo ele, os riscos que o Cruzeiro correu no final, diante da pressão do Tricolor em busca do empate, foram "calculados". Leão disse que estava contente também porque percebeu que os atletas já estão assimilando sua filosofia de trabalho, apesar do pouco tempo. "Eu não pedi milagre. Pedi a eles que melhorassem o bom que o Cruzeiro já é e, através disso, eles assimilaram muito bem". O início da "Era Leão" na Toca da Raposa, agradou ao presidente do Cruzeiro, Alvimar de Oliveira Costa. "Já notamos o dedo do Leão no time", observou. O volante Jardel, um dos destaques do jogo, que substituiu ao chileno Maldonado, comemorou o seu primeiro gol como atleta profissional. "Creio que foi uma das minhas melhores partidas. Consegui fazer o meu primeiro gol como profissional e dar um passe para fazer o outro. O importante foi a vitória e que nós conseguimos os três pontos".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.