Para Londrina, vencer é questão de honra

Vencer o Botafogo amanhã no Estádio do Café é uma questão de honra para o Londrina, que rompeu o ciclo de sete resultados positivos consecutivos na Série B ao ser derrotado sábado passado pelo Palmeiras, no Parque Antartica, por 1 a 0. Para cumprir esta missão, o Londrina terá a vantagem de jogar em casa e enfrentará um Botafogo desfalcado da maioria dos atacantes titulares. Somente Edvaldo tinha sido confirmado até hoje à tarde pelo técnico carioca Levir Culpi. Esta vantagem teórica esbarra, no entanto, numa dificuldade: os meias Rocha e Valdeir tiveram distensão muscular no coletivo de quinta-feira e até hoje à tarde não haviam sido confirmados pelo técnico Roberto Fernandes. Se não bastassem estas duas dúvidas, Fernandes ainda não se decidiu sobre o lateral direito, posto que poderá ser ocupado tanto pelo titular Lima como pelo reserva Cassiano, que apresentou melhor desempenho do que o primeiro no confronto com o Palmeiras. Fernandes somente revelará a escalação da equipe minutos antes do jogo, previsto para ter início às 21h40 deste sábado.

Agencia Estado,

25 de julho de 2003 | 17h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.