Ivan Storti/Santos
Ivan Storti/Santos

Pará, Madson e João Paulo se integram ao Santos em dia de novos exames

Por questões de logística, nem todos os jogadores fizeram os testes na mesma data

Redação, O Estado de S.Paulo

29 de junho de 2020 | 19h44

Os trabalhos do Santos no CT Rei Pelé contaram com três novidades nesta segunda-feira. O goleiro João Paulo e os laterais Pará e Madson puderam enfim se apresentar para o período de avaliações após os resultados dos exames para coronavírus deles darem negativo.

Por questões de logística, nem todos os jogadores fizeram os testes na mesma data. Foi assim, também, com o meio-campista Carlos Sánchez, o lateral Felipe Jonatan e o zagueiro Luan Peres, que só começaram os trabalhos na última sexta-feira. Ainda há dois atletas que esperam os resultados dos seus exames: os atacantes Marinho e Uribe.

Iniciadas na semana passada, as avaliações clínicas, físicas e fisiológicas no CT Rei Pelé chegaram ao fim nesta segunda-feira, quando atletas e membros da comissão técnica realizaram uma nova bateria de testes para covid-19, de modo escalonado, seguindo o protocolo para evitar a propagação da doença.

Nesta terça, então, o elenco do Santos estará de folga. Na quarta, o grupo se reapresenta para iniciar os treinamentos com bola, liberados a partir de julho pelo governo paulista. O zagueiro Lucas Veríssimo, que recentemente renovou seu contrato com o clube até o fim de 2024, fez um balanço positivo sobre esse período de atividades.

"Ainda estamos nos adaptando, não é fácil voltar após três meses, mas trabalhamos bem nesse período. Se ficar só trancado em casa pensando no vírus, você acaba enlouquecendo. Então aproveitei o tempo para treinar bastante e pude voltar bem preparado, assim como todo o grupo. Também renovei meu vínculo durante a quarentena e sou muito grato ao Santos. É o clube que me formou e tenho minha história aqui dentro. Espero dar continuidade no trabalho para alcançar muitas coisas com essa camisa", disse.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.