Werther Santana/AE
Werther Santana/AE

Para Mano, faltou 'um pouquinho de tudo' para o Corinthians

'Faltou tocar melhor a bola em alguns momentos e finalizar melhor em outros', justifica o técnico, pelo 0 a 0

Tercio David, estadao.com.br

20 de fevereiro de 2010 | 22h24

O técnico Mano Menezes não se mostrou muito contente com o empate sem gols do Corinthians diante do Rio Branco, na Arena Barueri. Embora o tom fosse de compreensão, o treinador deixou no ar que distribuirá "puxões de orelha", principalmente em Iarley, um dos poucos considerados titulares que atuaram neste sábado.

Veja também:

linkJOGO - Leia como foi Corinthians 0x0 Rio Branco

lista PAULISTÃO - Leia mais sobre a competição

PAULISTÃO 2010 - lista Tabela | tabelaClassificação

"Faltou um pouquinho para vencer. Faltou um pouquinho de garimpar mais as jogadas, um pouquinho de capricho nas finalizações. Faltou tocar melhor a bola em alguns momentos e finalizar melhor em outros", disse Mano.

Para o treinador, o time todo deveria se aplicar um pouco mais. "Nos primeiros jogos, achei que o Iarley havia feito bem esta função de homem de referencia. Hoje ele teve um pouco de dificuldade, assim como houve nos últimos jogos. Ele depende um pouco mais do time. Depende de a bola chegar, mas também falta um pouco de disposição. O zagueiro precisa ter medo quando a bola chega nele", explicou.

O Corinthians se apresenta na manhã de segunda-feira, quando os jogadores serão informados sobre a lista dos 25 que serão inscritos para a Copa Libertadores, que será divulgada aos jornalistas à tarde.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.