Para Marco Aurélio, arbitragem contra São Paulo é tendenciosa

Superintende de futebol detona árbitro Flávio Guerra e diz que time não merecia levar 4 a 1 do Palmeiras

Redação,

16 de março de 2008 | 19h10

O superintendente de futebol do São Paulo, Marco Aurélio Cunha, fez duras críticas ao árbitro Flávio Rodrigues Guerra, que marcou três pênaltis para o Palmeiras neste domingo, na vitória do time de Palestra Itália por 4 a 1, em clássico pelo Campeonato Paulista. Veja também: Ouça os gols da vitória do Palmeiras na Rádio Eldorado/ESPN Para Marco Aurélio, a arbitragem foi tendenciosa e está interessada em prejudicar o São Paulo dentro do Campeonato Paulista. "Ele errou em dois pênaltis. O Valdivia se atirou no lance do primeiro. Eu vi no replay pela TV. No segundo, o jogador do Palmeiras [Kléber] estava impedido. O terceiro foi, mas ai a casa já estava arrombada." "Acho que o São Paulo tem sido muito prejudicado em todas as arbitragem neste Campeonato Paulista, principalmente em lances de interpretação. Não tivemos nenhum pênalti a nosso favor", esbravejou o diretor. Marco Aurélio também afirmou que o São Paulo não "está nada interessado no Paulistão." De acordo com o dirigente, a atenção do clube está na Copa Libertadores. RESPOSTA PALMEIRENSEDo lado do Palmeiras, o vice-presidente Gilberto Cipullo afirmou que o dirigente são-paulino está errado em suas reclamações. "Os três pênaltis aconteceram. O Marco Aurélio precisa aprender a perder."

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.