Para Marcos, o que importa é a vaga

Foi grande a dose de sofrimento. E com o time jogando feio. Mas para Marcos, não importa. O goleiro comemorou a classificação e mandou o recado para quem está menosprezando o Palmeiras. "O Once Caldas foi campeão jogando assim. Por que o Palmeiras não pode?", indagou. "Não adianta jogar bonito e perder."E nada de fazer analogias com o rival Corinthians. Com a entrada de Marcinho, Juninho, Washington e Magrão, o Palmeiras fica muito fortalecido. A equipe viraria galáctica? "Aqui não tem nada de galáctico. O jogador tem de correr, colocar a bunda no chão senão o bicho pega."Nesta quinta-feira, Marcos era o único que sabia que o Santo André já vencia por mais de três gols, o que tiraria sua equipe da competição em caso de derrota. Discreto, ordenou seus zagueiros a segurarem tudo lá atrás. "A bola está batendo lá e não está entrando, vamos garantir aqui", pediu, sem revelar o placar dos inimigos. "Não podíamos dar contra-ataques e sofre gols bobos", resumiu.O volante Correia, um gigante em campo, chegou a pedir desculpas aos palmeirenses pelo empate. "Queríamos fazer 2 a 0 e garantir vantagem de decidir em casa, mas hoje, jogamos com o regulamento nas mãos. Infelizmente não demos o presente da vitória para a torcida", disse. "Só que ela entende e sabe que agora precisamos muito dela."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.