Felipe Rau/Estadão
Felipe Rau/Estadão

Para Muricy, Rogério Ceni é o melhor do Brasil na atualidade

Goleiro do São Paulo deve se aposentar no fim deste ano, mas de acordo com o técnico, 'é ele que escolhe se quer continuar'

O Estado de S. Paulo

17 de novembro de 2014 | 10h00

O técnico Muricy Ramalho comemorou a vitória no clássico sobre o Palmeiras, no domingo, e enalteceu Rogério Ceni, que deve se aposentar no final do ano e tem evitado falar sobre o assunto. "Ele está agarrando demais. Claro que é ele que escolhe se quer continuar, e também tem o lado da diretoria em questão de contrato. Se realmente parar, vai ser no auge. Acho que é o melhor goleiro do Brasil, e já faz um tempo. Acho que tem mais um pouco para dar, mas isso é uma coisa dele", diz.

O treinador fez coro na semana passada com a torcida, que está fazendo um movimento para que o capitão do São Paulo dispute mais uma temporada. O jogador já avisou que não pretende repensar nada e que quer encerrar seu ciclo com o título da Copa Sul-Americana.

Ciente disso, Muricy evita aumentar as cobranças ao goleiro. "O Rogério é muito inteligente, conheço ele há muitos anos, e não converso esse tipo de coisa com ele. Se pedir minha opinião eu dou. No ano passado a gente começou a dar opinião, e eu não fujo disso."

Nesta segunda Muricy já começa a preparar a equipe para a partida de quarta-feira, contra o Atlético Nacional da Colômbia, fora de casa. Os jogadores que atuaram na vitória por 2 a 0 sobre o Palmeiras terão um descanso e vão se apresentar no Centro de Treinamento da Barra Funda apenas à noite, para embarcar para Medellín.

Para o técnico, a vitória no clássico ajuda a compensar o desgaste. "A gente conversou muito na preleção porque, se ganhássemos do Palmeiras, teríamos moral. Confiança é tudo no futebol", lembra.

Notícias relacionadas

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.