Alex Silva/Estadão
Alex Silva/Estadão

Para Muricy, time perdeu a cabeça após primeiro pênalti

Treinador, que costuma pedir para os jogadores não reclamarem da arbitragem, não se conteve e também foi reclamar com assistente

PAULO FAVERO, Estadão Conteúdo

21 Setembro 2014 | 20h05

Para o técnico Muricy Ramalho, o São Paulo perdeu a cabeça após a marcação do primeiro pênalti para o Corinthians, na derrota por 3 a 2, neste domingo, e também pecou na criação das jogadas. Segundo o treinador, o time não conseguiu reeditar as boas atuações de outras partidas. "Acho que nós criamos pouco. Outro fator é que veio o primeiro pênalti e isso desestabilizou nosso time na parte emocional. Começamos a discutir e aí não jogamos", disse.

O treinador explicou que sempre pede para seus jogadores ignorarem a arbitragem e evitarem reclamações, mas após o clássico ele próprio não se conteve e foi reclamar com o árbitro que fica atrás do gol, que foi quem marcou o pênalti. Para Muricy, o juiz Luiz Flávio de Oliveira não teve culpa no episódio. "Fui parabenizar o Luiz Flávio porque ele é um bom juiz, de família honesta. O outro que fica atrás do gol que estava atrapalhando um pouco ele", afirmou.

Muricy não costuma falar muito dos erros de arbitragem, mas na sua visão o erro existiu. "É chato falar, porque não costumo comentar da arbitragem. Lá dentro tudo é muito rápido. O que achei estranho no primeiro pênalti é que ninguém do Corinthians reclamou de nada. Foi o árbitro que fica atrás do gol que marcou."

Antes do clássico, o técnico Mano Menezes vinha reclamando muito dos árbitros e após o clássico ironizou a situação. "É bom ver os outros chorarem um pouquinho. A gente já chorou bastante esse ano", disse Mano. Muricy, por sua vez, não gostou muito dos comentários. "Perder um jogo não é fácil, e esse tipo de gozação não cabe, mas cada um é cada um", concluiu.

Mais conteúdo sobre:
futebol São Paulo FC Brasileirão

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.