Sergio Perez / Reuters
Sergio Perez / Reuters

'Para nós, é preocupante', diz Sergio Ramos sobre saída de Messi do Barça; Kroos discorda

Enquanto zagueiro afirma que o Real Madrid gosta de ganhar dos melhores, meia não lamentará que argentino deixe o maior rival

Redação, Estadão Conteúdo

02 de setembro de 2020 | 21h04

A novela da saída de Lionel Messi do Barcelona se tornou tema até mesmo para os jogadores do maior rival do clube catalão, o Real Madrid. Em coletivas de imprensa antes da partida entre Alemanha e Espanha pela Liga das Nações europeia, Sergio Ramos e Toni Kroos comentaram sobre o possível impacto da saída do argentino para o Campeonato Espanhol.

"(Messi) Ganhou o direito de decidir seu futuro, não sei se o estará fazendo da melhor maneira. Mas, para o futebol espanhol, para o Barcelona e para nós, que gostamos de ganhar dos melhores, gostaríamos que ele permanecesse. Ele melhora a liga, a equipe dele e faz os clássicos mais bonitos. Há pouco mais o que dizer, ele ganhou esse direito sozinho, sem especulações e já veremos o que acontecerá. Para nós, é uma notícia preocupante", afirmou Sergio Ramos.

Já Kroos teve uma perspectiva mais 'egoísta' da situação. "Há duas coisas: para a liga pode ser ruim, como quando o Cristiano (Ronaldo) se foi. Para o (Real) Madrid é diferente porque o Barcelona perde um jogador importantíssimo. Eu não ficarei triste se ele se for. Não sei o que pode acontecer, mas não é uma garantia para nós de que vamos ganhar por conta disso. Messi é um dos melhores de todos os tempos. Se um jogador desse calibre deixa de jogar para o seu maior rival, é claro que não lamentaríamos demais. É uma arma total", opinou o meia alemão.

Anteriormente, Kroos havia comentado sobre a hipótese de que Messi fosse para o Real Madrid. "Não acredito. Ele precisaria ter muito colhão para isso", respondeu sucintamente.

Até o momento, Messi entregou um documento oficial manifestando seu desejo de sair do Barcelona e não se reapresentou no clube para treinar nem para realizar os testes de covid-19. O Manchester City aparece como o clube favorito para contratar o argentino.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.