Para o Santos, Fábio Costa é ex-goleiro

O Santos divulgou nesta terça-feira nota em que considera Fábio Costa um ex-goleiro do clube e o diretor de Futebol, Francisco Lopes, lamentou a atitude do atleta que, segundo ele, quebrou sua palavra. "Todas as condições foram atendidas e esse tipo de atitude não condiz com o comportamento dos jogadores do Santos".Na opinião de Lopes, o que se tentou foi colocar o jogador em leilão. "O Santos não é refém de qualquer atleta e não entra em leilão". Irritado, o diretor de futebol disse que "quando o Pelé saiu do Santos, todo mundo achou que a Vila Belmiro ia virar supermercado, mas o clube continuou em frente com as próprias pernas e conquistou títulos importantes".Lembrando a saída de Pelé, ele comentou: "ninguém é insubstituível". Segundo o gerente de Futebol, Ilton José da Costa, tudo tinha ficado acertado na sexta-feira e a documentação foi encaminhada a Salvador, onde o atleta passa as férias. O próprio presidente Marcelo Teixeira conversou várias vezes por telefone com o atleta naquele dia e confiou em sua palavra para anunciar a renovação contratual que deveria ter ocorrido na segunda-feira, data em que o goleiro teria acertado com o Corinthians.Com Fábio Costa fora do time, o Santos procura um novo goleiro titular. Há a possibilidade de renovar com Júlio César, que apresentou pedida considerada alta pelos dirigentes. Pode até mesmo haver uma retomada de negociações para a contratação de Hélton, que está no futebol português. Fábio Costa se irritou quando soube que os dirigentes só melhoraram a proposta depois que não houve possibilidade de fechar com o ex-vascaíno. Há ainda Danrlei, que rompeu nesta terça-feira com o Grêmio.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.