Para Riquelme, alegria do ouro é ofuscada por lesão de Palermo

Na chegada a Buenos Aires, campeão olímpico em Pequim soube da contusão do companheiro de Boca Juniors

EFE

25 de agosto de 2008 | 01h20

O meia argentino Juan Roman Riquelme, medalha de ouro no futebol masculino dos Jogos de Pequim, desembarcou neste domingo em Buenos Aires e se mostrou chateado ao ser informado da grave lesão sofrida pelo atacante Martín Palermo, seu companheiro no Boca Juniors. Veja também: Palermo do Boca Juniors sofre grave lesão no joelho direito "Acabei de saber que Martín se lesionou e fiquei muito triste. A princípio, fiquei feliz com a vitória do Boca, mas depois soube dessa má notícia", disse. Na vitória por 2 a 1 do Boca sobre o Lanús, Palermo sofreu uma ruptura de ligamentos no joelho direito e só deve voltar aos gramados em sete meses. Em relação à medalha de ouro, Riquelme disse que a conquista foi um "orgulho" e ressaltou a boa experiência que teve na China. "Foi um orgulho ter conquistado essa medalha. Pequim representou uma grande experiência em todos os sentidos", concluiu.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolBoca JuniorsRiquelmePalermo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.