Para Rivaldo, altitude é maior rival

O meia Rivaldo declarou que o principal adversário do Brasil na partida contra o Equador, na quarta-feira, às 17h, pelas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2002, será a altitude local de 2.800 metros. Segundo ele, esse é um fenômeno ao qual os jogadores não estão acostumados e pode dificultar o desempenho dos atletas, disse o ídolo do Barcelona nesta terça-feira em seu site. ?Vamos evitar o impacto negativo sobre nós e para isso já estamos nos acostumando à altitude em Quayaquil?, reforçou.A respeito da dificuldade da partida contra os equatorianos, Rivaldo lembra que o jogo de ida aqui em São Paulo não foi nada fácil e o Brasil venceu por um placar apertado de 3 a 2. ?Estamos muito confiante para este jogo, mas não podemos relaxar porque todos os confrontos pela classificação ao Mundial são complicados e não se pode falhar?.Transferência - A transferência de Rivaldo para outro clube já não mais preocupa o jogador. Pelo contrário, até apóia a decisão do Barcelona. Ele garante em seu site que caso seja negociado, tudo não vai passar de um procedimento normal de mercado, já que o clube espanhol poderia ganhar muito dinheiro para investir em jogadores mais jovens. ?Quando meu contrato chegar ao fim, em 2003, estarei com 31 anos e será muito mais difícil ser vendido por um bom preço?, alertou. O jogador desperta o interesse do Milan, Lazio, Manchester United e Newcastle e seu passe está avaliado entre US$ 45 e 50 milhões.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.