Para Rivaldo, o pior já passou

A primeira temporada no Milan esteve longe de ser a dos sonhos de Rivaldo. Problemas pessoais (separou-se da mulher, que veio embora para o Brasil com os dois filhos), a condição de reserva na reta final da Copa dos Campeões e as críticas que recebeuo levaram a ficar um bom tempo em silêncio, sem dar longas entrevistas. Mas agora ele resolveu falar.Leia mais no Jornal da Tarde

Agencia Estado,

22 de agosto de 2003 | 09h27

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.