Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Para Rogério Ceni, São Paulo jogou bem por 70 minutos

Os jogadores do São Paulo não escondem que já esperavam estrear com vitória no Paulista. Mas a maneira como o time superou as más condições do gramado do Estádio Frederico Dalmazo os animou ainda mais. Rogério Ceni, por exemplo, comemorou a regularidade da equipe. "O time teve 70 minutos de boa produção, caiu um pouquinho nos outros 20, o que é normal neste início de ano", elogiou o goleiro, que contribuiu com um pênalti defendido no início do segundo tempo.Autor dos primeiros dois gols do time em 2007, Aloísio era só felicidade ao deixar o gramado. ?Espero que esse ano eu consiga ajudar o São Paulo, marcando mais gols que no ano passado", afirmou, satisfeito, o centroavante, que em 2006 ficou vários jogos afastado em razão de lesões musculares. Bem ao seu estilo, Aloísio lembrou-se de elogiar os companheiros. ?Se não fosse o grupo, não teria marcado?, disse. ?O jogo foi difícil, o time deles é bom, tem um contra-ataque rápido?, descreveu.Outro destaque tricolor, o volante Hugo explicou o belo passe de letra para o primeiro gol de Aloísio. "É uma qualidade que eu tenho, em outras oportunidades já tinha feito esse tipo de jogada, até com gol. Tenho dificuldade com a perna direita em jogadas no fundo", admitiu, com humildade.O jogo também foi especial para Souza, lateral-direito e depois meia no time campeão brasileiro e agora volante na versão 2007. ?O importante é ajudar. Somos atores, que interpretam vários papéis: agora, estou encarnando o volante?, brincou.

Agencia Estado,

18 de janeiro de 2007 | 23h04

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.