Para sair da degola, Figueirense precisa acabar com série invicta do Palmeiras

'Oportunidade única do Figueirense surpreender o Brasil', afirmou o técnico Marquinhos Santos

Estadão Conteúdo

16 Outubro 2016 | 06h30

O Figueirense tem uma missão complicada na tentativa de deixar a zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro. Neste domingo, às 17 horas, receberá o líder Palmeiras no estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis, pela 31.ª rodada da competição.

O time catarinense vem de um empate e uma derrota e ocupa o 18.º lugar na tabela de classificação com 32 pontos, a dois de deixar o grupo dos quatro piores. A equipe alviverde está em primeiro com 61 pontos e não perde há 13 jogos.

"Vai ser um jogo difícil. Desde a chegada do (técnico) Cuca, o Palmeiras tem um modelo de futebol ofensivo, agressivo independentemente de onde joga. Penso que será uma oportunidade única do Figueirense surpreender o Brasil. Será uma batalha grande", comentou o treinador Marquinhos Santos.

Para a partida, Marquinhos Santos deverá fazer apenas uma alteração em relação ao time que empatou sem gols com o Coritiba na última rodada. O zagueiro Marquinhos recebeu o terceiro cartão amarelo e terá que cumprir suspensão. Em seu lugar, entrará Bruno Alves.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.