Para Santista, São Paulo é favorito

Ao contrário do técnico Pepe, considerado o ?pé de coelho" da Portuguesa Santista, os jogadores da Briosa não escondem que o São Paulo é o favorito na semifinal do Campeonato Paulista. Os times se enfrentam duas vezes esta semana: quinta-feira à noite no Morumbi e domingo na Vila Belmiro. O meia Souza é quem puxa o bloco de que o adversário é o favorito, mas admite que não é um time imbatível. ?O São Paulo tem o melhor elenco do Brasil, além disso também sabe jogar nos contra-ataques, do mesmo jeito do nosso time." O experiente goleiro Maurício, ex-Corinthians, que trocou o desemprego de seis meses por uma oportunidade de reaparecer no Paulista, sabe bem o que é tradição e camisa de um grande clube. ?Times como São Paulo, Corinthians e Palmeiras sempre saem na frente pela força da tradição, do peso da camisa e por tudo que já fizeram no futebol." Mas ele acha que a missão da Portuguesa não é impossível, como ficou provado na fase inicial, quando segurou o empate por 1 a 1, no Morumbi, numa tarde especial para o goleiro, que defendeu dois pênaltis, um cobrado por Kaká e outro por Ricardinho. ?Estamos trabalhando para segurar o São Paulo. É claro que precisaremos também de uma boa dose de sorte." Para o zagueiro Zambiase, o importante é segurar o empate no Morumbi para tentar definir a vaga no segundo jogo, na Vila Belmiro. Apesar da posição dos jogadores, o técnico Pepe não gosta de que seu time seja taxado como zebra. Ele lembra a excelente campanha no campeonato. História - Esta é a primeira vez que a Santista chega nas semifinais do Paulista, um grande avanço para quem ano passado foi penúltimo colocado e só se manteve na elite paulista porque venceu o ?rebolo" com a Francana, vice-campeã da Série A2. Os dois jogos terminaram empatados e a vaga só foi garantida nos pênaltis. O time está invicto há 17 jogos sob o comando de Pepe. A última derrota aconteceu no dia 20 de abril de 2002, diante do Ituano, por 3 a 0, no Estádio Ulrico Mursa, em Santos, em jogo válido pelo Campeonato Paulista. Se a sorte ajudou no passado, a torcida é para que ela continue do lado de Pepe, considerado um verdadeiro talismã. Só que, desta vez, o time tem um retrospecto favorável: a melhor campanha do Paulista. Além de ser o único invicto, a Briosa tem a melhor defesa: sofreu apenas dois gols em sete jogos. O São Caetano, já eliminado, levou quatro gols. Por ter sido líder no Grupo 2, com 16 pontos, contra 11 pontos do segundo colocado, justamente, o São Paulo, o time praiano entra nas semifinais com a vantagem de atuar por dois empates. Caso chegue nas finais, contra Palmeiras ou Corinthians, também terá esta vantagem. Depois da folga de domingo, os jogadores retornaram aos treinos na segunda-feira, trabalhando em dois períodos. Nesta terça-feira eles treinam apenas à tarde.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.