Para São Caetano, Libertadores está perto

Lápis e calculadoras nas mãos, dirigentes e membros da comissão técnica reconhecem que a presença do São Caetano na Taça Libertadores da América de 2004, está bem mais próxima do que possa parecer. Talvez mais três pontos possam ser suficientes para que o clube comemore seu objetivo dentro do Campeonato Brasileiro. Nas contas, o São Caetano, quinto colocado com 71 pontos, pode antecipar sua vaga na próxima rodada, desde que vença o Juventude, domingo, em Caxias do Sul, e o Coritiba, sexto colocado, com 69 pontos, perca em Fortaleza. O gaúcho Tite, ex-técnico do Juventude, sabe das dificuldades que enfrentará, mas quer a classificação o mais rápido possível para evitar o confronto direto com o Internacional, na última rodada no estádio Anacleto Campanella. Os cinco primeiros colocados vão disputar a Libertadores. "Como sempre nós vamos lutar para vencer, respeitando todos nossos adversários", explica Tite, ainda lamentando a derrota para o Fluminense, por 2 a 1, sábado, no Maracanã. "Voltamos a jogar bem e, talvez, o empate teria sido o resultado mais justo". Os jogadores se apresentaram nesta segunda-feira à tarde, treinando terça-feira em dois períodos. Quarta e quinta a comissão técnica fará treinos só no período da tarde, quando o time deverá ser definido. Os problemas estão na defesa, com as suspensões de Serginho, expulso, e Gustavo, com três cartões amarelos. Na sexta-feira cedo haverá apenas o tradicional rachão, com a delegação seguindo à tarde para o Rio Grande do Sul.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.