Para São Paulo, 1 a 0 será goleada

O São Paulo espera ?golear? o Fluminense por 1 a 0, nesta quarta-feira, no Morumbi, na abertura do segundo turno do Campeonato Brasileiro. Qualquer vitória será muito comemorada por um clube que só venceu uma vez nas onze últimas partidas, e que tem mostrado uma defesa sob suspeita. ?Para mim, não há dúvida que 1 a 0 será um grande resultado. Nós vencíamos o Brasiliense e o Palmeiras facilmente (deu empate no final dos dois jogos), e isso não pode acontecer mais?, diz o técnico Paulo Autuori.Os números mostram que a defesa do São Paulo, a partir do final da Copa Libertadores da América, passou a ter um rendimento muito pior do que em outros períodos do ano. Hoje, sofre em média dois gols por jogo. Para vencer, o time precisa marcar pelo menos três vezes. ?Nós, do ataque, precisamos fazer gols e também ajudar na marcação. E todo mundo está fazendo isso com boa vontade, porque nós formamos um grupo muito unido?, diz Christian.Para Autuori, a ?queda de solidez defensiva? tem três razões. ?Perdemos qualidade técnica e concentração. Há muito tempo a gente não sofria gols de cabeça e levamos esse sábado. E os jogadores também estão indo com pouca decisão para definir a jogada, por medo de expulsões.?O time terá apenas Mineiro como volante fixo. Richarlyson, Danilo e Leandro Bomfim comporão o meio-de-campo. ?O Leandro entrou bem nessas partidas. Não erra passe e isso é muito importante?, diz Autuori.O Fluminense também terá apenas um marcador no meio-de-campo: Arouca. Felipe deixa a armação e recua um pouco. Em seu lugar, na frente, estréia Petkovic. ?Com o Petkovic, o São Paulo terá de se preocupar com as faltas perto da área. Antes, só a gente precisava tomar cuidado com o Rogério Ceni?, diz o técnico Abel Braga.Autuori afirma que não fará marcação especial sobre Petkovic. ?Não gosto deste sistema. Ele será bem marcado, mas dentro da zona em que estiver?, explica.Tuta, que não marca há quatro partidas, perdeu o lugar no time titular carioca. ?Estava mantendo o Tuta, apesar das vaias, mas o Morumbi é um campo grande, e vou apostar na velocidade do Leandro e do Beto?, diz Abel.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.