Daniel Augusto Jr./Ag. Corinthians
Daniel Augusto Jr./Ag. Corinthians

Para Vagner Love, Corinthians poderia ter sido mais ofensivo contra o Vasco

Atacante acredita que equipe poderia ter ampliado o placar após fazer 1 a 0

Redação, Estadão Conteúdo

04 de maio de 2019 | 22h46

O atacante Vagner Love lamentou a falta de agressividade do Corinthians no empate por 1 a 1 com o Vasco, neste sábado, na Arena Amazônia, pela terceira rodada do Campeonato Brasileiro.

Um dos mais prejudicados pela carência ofensiva do esquema tático do técnico Fábio Carille, o atacante destacou dois fatores que contribuíram para uma atuação abaixo do esperado: o excessivo número de desfalques e alta temperatura e umidade na cidade de Manaus.

Em relação ao time que esteve em campo na final do Campeonato Paulista contra o São Paulo, apenas o volante Ralf e o goleiro Cássio começaram a partida.

"Conversamos muito antes do jogo sobre o clima (de Manaus). É muito quente. Sabíamos que se pressionássemos desde o início, não aguentaríamos bem os 90 minutos. Poderíamos ter sido mais agressivos, especialmente depois do primeiro gol. Se tivéssemos apertado um pouco mais, talvez abríssemos uma vantagem e poderíamos controlar melhor o jogo", lamentou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.