Wolfgang Rattay/Reuters
Wolfgang Rattay/Reuters

Para voltar a campo, jogadores alemães serão submetidos a testes da covid-19

Todos os atletas só terão autorização para retornar ao trabalho se o exame der negativo

Redação, Estadão Conteúdo

30 de abril de 2020 | 13h31

Os jogadores das 36 equipes da primeira e segunda divisões da Alemanha vão ser submetidos a pelo menos dois testes da covid-19 a partir desta quinta-feira. O procedimento é considerado obrigatório para a retomada das partidas, suspensas em março por causa da pandemia do coronavírus. Alguns clubes já reiniciaram os treinamentos.

Além dos atletas, técnicos, membros dos clubes e funcionários dos estádios também deverão ser submetidos aos exames, o que poderá somar 20 mil testes. A ideia dos dirigentes alemães é recomeçar a temporada dia 9, com portões fechados e com no máximo 300 pessoas dentro de cada estádio.

Para que tudo isso ocorra, é preciso um consenso entre a Bundesliga, os clubes, jogadores e o governo federal, além da autorização da chanceler Angela Merkel. Uma reunião virtual é prevista para está quinta-feira com representantes de todos os setores.

A Alemanha é o sexto país do mundo mais afetado pela pandemia, após Estados Unidos, Espanha, Itália, França e Reino Unido. Segundo o Instituto Robert Koch, foram registradas 159.119 infecções e 6.228 mortes, enquanto o número de pacientes recuperados é de 123.500.

Os governantes alemães aplicaram medidas menos restritivas do que em outros países. Desde o princípio, foi possível praticar esportes individuais ao ar livre. Nas últimas semanas, foi permitido a abertura de lojas pequenas ou médias.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.