Para Zico, se Japão não vencer o trabalho terá sido em vão

O técnico da seleção do Japão, o brasileiro Zico, disse neste sábado que se sua seleção não conseguir vencer a Croácia, neste domingo, quatro anos de trabalho terão sido em vão. "Se não conseguirmos os três pontos amanhã (domingo), quatro anos terão sido desperdiçados. Eu sempre digo a meus jogadores que, se vencermos o jogo, podemos empatar o jogo contra o Brasil e ainda continuar na competição".O treinador, que assumiu a seleção japonesa logo após o Mundial de 2002, voltou a lamentar o desempenho da equipe na partida de estréia, em que foi derrotada por 3 a 1 pela Austrália. "Jogamos bem durante 80 minutos e devemos ter isso em mente para a próxima partida. Não podemos mudar tudo só porque cometemos erros no final. Nosso estilo não vai mudar. Depois de 40 anos no futebol, me acostumei a ver derrotas como aquela".Analisando o segundo adversário nesta Copa, Zico destacou a dupla de atacantes Dado Prso e Ivan Klasnic. "A Croácia tem jogadores habilidosos, atacantes altos no meio e bons jogadores nas duas alas, e pode nos criar problemas".Japão e Croácia se enfrentam neste domingo, em Nuremberg. Como ambas as seleções foram derrotadas na primeira rodada do grupo F, outro resultado negativo levará à eliminação da Copa.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.