Wilton Junior/Estadão
Wilton Junior/Estadão

Parada do Brasileiro em 2016 não vai ajudar clubes como diz a CBF

Campeonato terá jogos um dia depois das partidas da seleção

O Estado de S.Paulo

27 Agosto 2015 | 07h00

Ao divulgar nesta quarta-feira o calendário do futebol brasileiro para 2016, a CBF alardeou que o Campeonato Brasileiro vai parar em dias de jogos da seleção pelas Eliminatórias. Mas a parada não resolverá totalmente o problema dos clubes: em três ocasiões o Brasileirão terá partidas um dia depois de a equipe de Dunga entrar em campo.

De acordo com o calendário da entidade, em 6 de setembro a seleção receberá a Colômbia. No dia seguinte, haverá rodada do Brasileiro. A situação piora nos meses seguintes. Em 11 de outubro o Brasil jogará na Venezuela; no dia 12 os clubes estarão em campo pelo Nacional. 

Como a viagem ao país vizinho é longa, atletas de equipes do País convocados voltarão aos seus clubes em cima da hora do jogo. Talvez nem cheguem a tempo. Em novembro, a situação se repete. O Brasil joga no Peru no dia 15 pelas Eliminatórias e o Brasileiro terá rodada no dia 16.

Além disso, o Brasileiro não será paralisado durante a Copa América, em junho (o presidente da Conmebol, José Angel Napout, diz não saber se o torneio ocorrerá nos EUA) nem durante a Olimpíada, em julho e agosto.

CARTOLAS

Marco Polo Del Nero não vai mesmo aos Estados Unidos acompanhar a seleção nos amistosos de setembro contra Costa Rica e a equipe da casa. Ele está mira do FBI, mas alega reunião da diretoria da CBF marcada para 31 de agosto, um dia depois do embarque da delegação. O diretor de marketing da entidade, Gilberto Ratto, irá em seu lugar. E a CPI do Futebol pode quebrar o sigilo bancário e fiscal do ex-presidente José Maria Marin. O pedido foi feito pelo senador Paulo Bauer (PSDB-SC)..

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.