Paraguai: Copa América em 2º plano

O técnico do Paraguai, Sérgio Markarián, não está muito preocupado com o desempenho da sua seleção na Copa América. As atenções do treinador, que é uruguaio, estão totalmente voltadas para o próximo jogo pelas Eliminatórias, dia 15 de agosto, contra o Brasil. E ele já avisa que a seleção paraguaia vem ao País para surpreender.Seu objetivo é conquistar os três pontos no Brasil e com isso, praticamente assegurar a classificação para a Copa do Mundo de 2002. "Preferia enfrentar um Brasil relaxado do que um desesperado, como está agora. Mas queremos a vitória", afirmou Markarián. "Com mais seis pontos calculamos que nossa classificação estará assegurada", calculou o treinador.Markarián considera que o Paraguai já é uma das forças do futebol mundial e por isso, deve jogar de igual para igual com qualquer equipe. "Crescemos muito nos últimos dez anos, com uma melhor organização da Associação Paraguai de Futebol", avaliou. "Hoje conseguimos mesclar o estilo tradicional do Paraguai, que é a marcação e o vigor, com uma melhor qualidade na posse de bola."O treinador não contará com os principais jogadores do país na Copa América. Gamarra, Arce e Chilavert, entre outros, ficarão de fora, visando exclusivamente à preparação para o jogo contra o Brasil. "Preciso dar um repouso para eles ficarem inteiros nas Eliminatórias", adiantou o técnico.Saturado com o mesmo problema que os técnicos do Brasil vêm enfrentando nestas Eliminatórias, Markarián também desabafou. "O grande problema do futebol mundial é o calendário.? Ele considera excessiva a influência dos meios de comunicação na organização do futebol. "Não há mais condições de jogadores atuarem a cada 48 horas e os técnicos das seleções terem apenas dois dias para preparar suas equipes", reclamou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.