Nathalia Aguilar/EFE
Nathalia Aguilar/EFE

Paraguai derrota Venezuela e ressurge nas Eliminatórias para Copa do Mundo

Com a vitória, seleção chega aos 11 pontos, se aproximando da quinta colocação

Redação, O Estado de S.Paulo

09 de setembro de 2021 | 21h38

O Paraguai ressurgiu na busca por uma vaga na Copa do Mundo ao quebrar uma sequência de seis tropeços consecutivos nas Eliminatórias. Na noite desta quinta-feira, derrotou a Venezuela por 2 a 1, no estádio Defensores del Chaco, pela décima rodada. De quebra, praticamente colocou um ponto final no sonho do adversário em disputar o Mundial.

Com a vitória, o Paraguai chegou aos 11 pontos, se aproximando da quinta colocação, que dá à seleção uma chance de disputar a repescagem. A Venezuela, por outro lado, continuou na lanterna, com apenas quatro.

O Paraguai entrou em campo ciente de que precisaria vencer para entrar na briga por uma vaga na Copa do Mundo de 2022. Com uma defesa muito conhecida do futebol brasileiro, formada por Júnior Alonso e Balbuena, a equipe de Eduardo Berizzo enfim mostrou uma consistência, que refletiu diretamente no ataque. Logo aos seis minutos, Amarilla achou David Martínez livre pela esquerda. Ele chutou com força para abrir o marcador.

O jogo foi de pouca emoção. Mesmo assim, Paraguai e Venezuela desperdiçaram boas oportunidades. Amarilla tentou pelo lado da seleção mandante, que preferiu administrar a vantagem do que avançar ao ataque. A tática quase deu errado. Savarino mandou rente à trave de Antony Silva.

O goleiro, inclusive, participou de um lance curioso. Ele tentou se livrar de dois jogadores venezuelanos, mas jogou a bola na barriga de Hurtado. A sorte estava ao lado de Antony Silva, que ficou com a sobra. E o fator sorte foi o diferencial na noite desta quinta-feira. Bello avançou em velocidade pelo lado direito, invadiu a área e jogou na trave, no último lance antes do apito.

No segundo tempo, o Paraguai esboçou uma pressão inicial e foi logo fazendo um gol relâmpago. Ángel Romero deu cruzamento espetacular para Romero Gamarra. Dentro da área, o atacante bateu com categoria para superar o goleiro Fariñez. Bello tentou responder com uma linda bicicleta, que acabou nas mãos de Antony Silva.

O segundo gol fez o Paraguai recuar completamente. Na defesa, a seleção da casa sofreu certa pressão dos venezuelanos, que foram para o ataque. De tanto insistir, a Venezuela diminuiu com Chancellor, em bela cabeçada após cruzamento de Soteldo, mas já era tarde para buscar o empate.

Na próxima rodada, a Venezuela enfrentará o Brasil, enquanto o Paraguai desafiará a Argentina. Datas e horários ainda serão confirmados.

FICHA TÉCNICA

PARAGUAI 2 X 1 VENEZUELA

PARAGUAI - Antony Silva; Rojas (Marcos Cáceres), Balbuena, Júnior Alonso e David Martínez; Hugo Martínez (Florentín), Villasanti, Óscar Romero (Richard Sánchez) e Ángel Romero; Amarilla (Óscar Cardozo) e Romero Gamarra (Hernán Pérez). Técnico: Eduardo Berizzo.

VENEZUELA - Fariñez; Alex González (Rosales), Ferraresi, Chancellor e Óscar González; Moreno (Manzano), José Martínez, Savarino (Bello), Soteldo e Otero (Josef Martínez); Hurtado (Freddy Vargas). Técnico: Leonardo González.

GOLS - David Martínez, aos seis minutos do primeiro tempo. Romero Gamarra, ao um, e Chancellor aos 45 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Roberto Tobar (CHI).

CARTÕES AMARELOS - Balbuena (PAR) e Óscar González (Venezuela).

LOCAL - Estádio Defensores del Chaco, em Assunção (PAR).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.