Paraguaios pregam cautela contra time da Nova Zelândia

A equipe do Paraguai está motivada para enfrentar a Nova Zelândia, na última partida do Grupo F, dia 24, em Polokwane, pela fase de classificação da Copa do Mundo da África do Sul. Isto é o que os jogadores Paulo da Silva e Carlos Bonet disseram nesta segunda-feira, em coletiva de imprensa realizada em Pietermaritzburgo, local no qual a delegação está concentrada.

AE, Agência Estado

21 de junho de 2010 | 17h03

"Sabemos que é difícil, mas está em nossas mãos a possibilidade de sermos primeiro no grupo. Por isso, temos que jogar como se fosse uma final de competição", afirmou o zagueiro Da Silva, que atua no Sunderland, acrescentando que "a equipe da Nova Zelândia tem uma capacidade física enorme, com um jogo aéreo muito bom e um psicológico equilibrado".

Ainda segundo o defensor paraguaio, "os neozelandeses são rápidos nos contra-ataques, por isso o time do Paraguai tem que estar bem postado em campo e jogar da mesma forma que atuou contra a seleção da Eslováquia, de olho na marcação dos atletas adversários em cobranças de escanteios e em bolas alçadas na área", disse.

Da mesma forma pensa o companheiro de equipe Bonet. "Temos em mente que precisamos ser primeiros na chave, por isso não podemos deixar escapar a possibilidade diante da Nova Zelândia", asseverou o lateral-direito que atua no Olímpia.

Bonet comentou ainda que o time paraguaio está muito concentrado para conseguir a vaga às oitavas. "É uma ótima oportunidade para fechar bem o grupo e de fazer cálculos sobre qual será o próximo rival".

A preocupação dos paraguaio se dá por conta do último resultado conseguido pela equipe oceânica, que empatou por 1 a 1 com a atual campeã mundial, a Itália. "Vimos no domingo um rival difícil de ser batido. Nos preocupa o que eles podem fazer contra nós", finalizou o zagueiro paraguaio.

Tudo o que sabemos sobre:
Copa 2010futebolParaguaiDa SilvaBonet

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.