Paralisação da obra da Arena Palestra ameaça patrocinador

Allianz interrompeu negociação depois que queda de lajes matou operário e local foi interditado

Daniel Batista, O Estado de S. Paulo

23 de abril de 2013 | 08h04

SÃO PAULO - Uma semana depois da tragédia que vitimou o operário Carlos de Jesus, de 34 anos, nas obras da

CONFIANÇA EM BRUNO 

Enquanto aguarda a construção de sua nova casa, o Palmeiras se prepara para uma nova fase de decisões. No sábado, enfrenta o Santos, pelo Campeonato Paulista, e, na terça-feira, o confronto será contra o Tijuana, pela Libertadores. O novo problema é a lesão do goleiro Fernando Prass, que ficará dois meses fora de combate por causa de uma luxação no ombro esquerdo.

Em seu lugar entra Bruno, que falhou nos dois gols da derrota por 2 a 1 para o Ituano, domingo. Apesar de toda a pressão, a diretoria já avisou que não pretende contratar outro goleiro.

"Estamos bem servidos de goleiro. O Palmeiras foi campeão da Copa do Brasil com o Bruno, que tem a nossa confiança. O que aconteceu com ele poderia ter acontecido com qualquer goleiro. Foram lances normais", disse o presidente Paulo Nobre.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolArena PalestraPalmeirasAllianz

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.