Paraná Clube quer eliminar o segundo jogo pela Copa do Brasil

Equipe do técnico Paulo Bonamigo - que se recuperou no Paranaense - encara o desconhecido time do Trem

Evandro Fadel, O Estado de S. Paulo

12 de fevereiro de 2008 | 19h05

O Paraná Clube enfrentou os 2.847 quilômetros que separam Curitiba de Macapá (AP), disposto a conseguir uma vitória por diferença de dois gols contra o Trem, para evitar o jogo de volta pela Copa do Brasil. "Temos jogos difíceis pelo Paranaense e, se conseguirmos fazer o resultado lá, fica melhor para a disputa do estadual", disse o atacante Jefferson.  Ao término da nona rodada do Paranaense, o time está em nono lugar, fora do grupo que passaria para a próxima fase. O Paraná enviou a Macapá um dos auxiliares do técnico Paulo Bonamigo para colher informações sobre o adversário, mas nada foi comentado externamente pelo treinador. "Minha equipe, independentemente do adversário, tem que entrar com postura correta, disciplinada, de respeito e de coragem", salientou. "Se der para trazer a classificação está ótimo, senão vamos em busca da vantagem." Bonamigo não poderá contar com o meia Everton, que cumpre suspensão por ter sido expulso no Brasileiro do ano passado. O lateral-esquerdo Daniel Cruz é dúvida.

Tudo o que sabemos sobre:
Copa do BrasilParaná ClubeTrem-AP

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.