Paraná derrota o Boa Esporte e espanta má fase na Série B

Equipe paranaense não vencia há duas rodadas

AE, Agência Estado

30 de agosto de 2011 | 23h23

CURITIBA - O Paraná acabou nesta terça-feira com a má fase na Série B e voltou a vencer após duas derrotas seguidas. Jogando em casa, o time paranaense derrotou o Boa por 2 a 0, no Estádio Durival de Britto, em Curitiba, pela 20ª rodada do campeonato.

Com a vitória em casa, o Paraná se aproximou novamente do G4, o grupo de acesso na Série B. Está agora em quinto lugar, com 31 pontos, dois a menos do que o quarto colocado Americana. O Boa, por sua vez, fica na 13ª posição, com 26 pontos.

No jogo em Curitiba, as emoções apareceram apenas no final do primeiro tempo. Aos 42 minutos, Ricardinho cruzou para Hernane, que acertou a trave do goleiro do Boa. No minuto seguinte, Douglas Packer invadiu a área e foi derrubado: pênalti. Ricardinho cobrou com categoria e abriu o placar para os donos da casa.

Dois minutos depois do gol, o volante Serginho, do Paraná, que já tinha cartão amarelo, fez falta dura e acabou sendo expulso. Aí, com um jogador a mais em campo, o Boa voltou melhor para o segundo tempo e quase empatou a partida aos 14 minutos, quando Claudinei mandou a bola na trave.

Depois do susto, o Paraná melhorou no jogo e voltou a ter controle da partida. Para ajudar, Marinho Donizete cometeu falta dura aos 40 minutos e foi expulso, deixando o Boa também com 10 jogadores. Aí, o time paranaense ampliou aos 47, com Gleydson. No último minuto, Olívio ainda conseguiu ser expulso e a equipe mineira acabou o jogo com apenas nove em campo.

Os dois times voltam aos gramados no próximo sábado, quando o Paraná enfrenta a Portuguesa em São Paulo e o Boa recebe o São Caetano.

FICHA TÉCNICA:

PARANÁ 2 x 0 BOA

Paraná - Luis Carlos; Lisa, Cris, Brinner e Lima; Serginho, Éverton Garroni, Wellington (Maicon Freitas) e Douglas Packer (Gleidson); Ricardinho (Jefferson Maranhão) e Hernane. Técnico - Roberto Fonseca.

Boa Esporte - Luiz Fernando; Olívio, Marcelinho, Thiago Carvalho e Marinho Donizete; Claudinei (Laércio), Carlos Magno, Moisés (Waldson) e Ramon; Vinícius (Valdo) e Jhemy. Técnico - Nedo Xavier.

Gols - Ricardinho (pênalti), aos 44 minutos do primeiro tempo; Gleydson, aos 47 minutos do segundo tempo.

Árbitro - João Bosco Sátiro da Nóbrega (PB).

Cartões vermelhos - Serginho, Marinho Donizete e Olívio.

Público - 1.690 pagantes.

Renda - R$ 34.960,00.

Local - Estádio Durival de Britto, em Curitiba (PR).

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCampeonato BrasileiroSérie B

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.