Paraná enfrenta o Nacional de olho na Libertadores

O técnico Zetti coloca em campo neste sábado, às 17 horas, na Vila Capanema, contra o Nacional de Rolândia, o time que julga estar próximo do titular para a disputa da fase preliminar da Copa Libertadores da América. O treinador deve fazer quatro alterações em relação ao time que empatou com o J.Malucelli no meio da semana. Com quatro pontos e em quinto lugar no Campeonato Estadual, o Paraná precisa vencer para se manter no grupo da frente e seguir com moral para a disputa do torneio continental. O time curitibano pega o chileno Cobreloa, no dia 1º de fevereiro, no Estádio Municipal de Calama, em Calama. A partida de volta acontece na semama seguinte - o vencedor do confronto garante vaga na fase de grupos. Para Zetti, a equipe vai entrar com dois zagueiros nesta partida, mas isso não significa que o time jogará dessa forma na temporada. "Quando for necessário faremos isso, pois já treinei equipes dessa forma e não haveria problema algum", afirmou e lembrou que o zagueiro Julio Santos seria contratado para suprir esse problema. Segundo ele, tudo dependerá do jogo e do adversário. "Vamos saber usar o melhor esquema no momento certo", disse o treinador. Entre as alterações, está a volta do capitão Beto ao meio de campo e a estréia de Dinélson (ex-Corinthians), considerado uma das esperanças da equipe para retomar o bom futebol apresentado no ano passado. Além deles, Vinícius e Daniel também fazem seu primeiro jogo no clube.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.