Paraná estraga a festa do Palmeiras

No dia da estréia de sua contratação mais cara dos últimos anos, o meia-atacante Marcinho, o Palmeiras acabou perdendo para o Paraná, por 2 a 1, neste domingo, em pleno Palestra Itália. Com a vitória, o time paranaense chegou aos 5 pontos no Campeonato Brasileiro, um a mais do que os palmeirenses.Sem poder contar com o meia Cristian, que sofreu uma crise renal no vestiário do estádio, o técnico Bonamigo apostou numa formação bem ofensiva, com apenas dois zagueiros, dois volantes, Marcinho e Juninho nas meias e a dupla Osmar e Washington no ataque. A intenção era tocar a bola com velocidade para criar espaços na defesa paranaense, mas no primeiro tempo o time só funcionou nos 10 minutos iniciais ? período em que Juninho armou três boas jogadas. Na mais perigosa delas, Washington bateu com perigo à esquerda do goleiro.Mas o ritmo logo caiu e o time do Palmeiras ficou preso na marcação do Paraná. Aí, aos 28 minutos, o volante Marcinho Guerreiro errou na saída de bola e arrumou um contra-ataque que terminou com o chute de Borges: 1 a 0.Desorganizado, o Palmeiras não conseguiu reagir. E acabou levando mais um. Aos 15 minutos do segundo tempo, Thiago Neves se antecipou ao zagueiro Gabriel e marcou o segundo gol do Paraná, de cabeça.No desespero, Bonamigo foi com tudo para o ataque, tirando o volante Marcinho Guerreiro e colocando o atacante Ricardinho. Também entraram Marcel e Gioino nos lugares de Osmar e Washington.Aos 48 minutos do segundo tempo, quando os dois times já tinham 10 jogadores em campo (Neto e Ricardinho foram expulsos), o árbitro viu um pênalti sobre André Cunha num bate-rebate dentro da área.O argentino Gioino botou a bola debaixo do braço, sem ligar para os companheiros, e bateu o pênalti. Flávio defendeu, mas o árbitro resolveu voltar o lance, alegando que o goleiro se adiantou na hora da cobrança.Aí, Marcinho, por quem o Palmeiras pagou US$ 2,5 milhões ao São Caetano, pegou a bola para bater o pênalti. Com categoria, ele fez seu primeiro gol com a camisa palmeirense. Mas não foi suficiente para reverter o placar e o time saiu do Palestra Itália derrotado pelo Paraná.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.