Paraná ganha clássico do Atlético-PR

Em uma partida com quatro expulsões, o Paraná quebrou a série de três vitórias do Atlético Paranaense e venceu o clássico paranaense por 2 a 0, sob uma forte chuva e com um gramado em más condições. Borges, aos três minutos de jogo e Beto, aos 26 do segundo tempo marcaram os gols do Tricolor. André Dias e Adriano foram expulsos por jogadas violentas e Alan Bahia e Neto após trocarem empurrões. O Atlético foi surpreendido aos três minutos, quando o volante Cocito derrubou Borges dentro da área. O próprio Borges cobrou a penalidade, sem chance para Diego, e fez 1 a 0. Na frente do placar, os paranistas esperaram o Atlético em seu campo, mas aos 26, André Dias foi expulso por uma jogada violenta. O Atlético cresceu, teve dois gols anulados corretamente por impedimentos de Finazzi e Evandro e criou chances para empatar. Na etapa final o Atlético voltou mantendo a pressão, mas Adriano fez falta violenta em Borges e também foi expulso. O Paraná equilibrou o jogo e, aos 26, Vicente cruzou da esquerda para Beto completar de cabeça, livre de marcação, e fechar o placar em 2 a 0. Para o técnico Lori Sandri, a vitória foi merecida, apesar das dificuldades criadas pelo Atlético. "Nosso time jogou conforme o previsto para este gramado, tivemos dificuldades após a expulsão do André, recuamos um pouco mas depois da expulsão do jogador deles o jogo equilibrou e merecemos marcar o segundo gol", disse. O goleiro Diego isentou as condições do gramado para a derrota do seu time. "O campo esteve ruim para os dois times, estávamos bem na partida, mas o Paraná foi mais eficiente", concluiu.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.