Paraná ofensivo contra o Juventude

O Paraná Clube (8º colocado) deve ser um time ofensivo amanhã, às 16 horas, contra o Juventude (15º), no Estádio Durival de Britto e Silva, em Curitiba, em sua oitava partida pela Copa Sul-Minas. "Não podemos mais e não dá mais tempo de vencer uma e se dar ao luxo de ficar perdendo pontos", disse o atacante Maurílio. Por isso, a tranqüilidade para não perder as oportunidades de gol que têm sido criadas vem sendo pedida pelo técnico Paulo Bonamigo. "A paciência será fundamental", alertou. O lateral-direito Hilton, que falhou no primeiro gol do Tubarão, na última partida, dará o lugar para Fabinho. "Minha característica é ir para cima, gosto de atacar", disse o jogador. Em razão disso, Bonamigo garantiu que ele será "peça importante" na estratégia de jogo. O lateral-esquerdo Goiano, que também vem tendo mais atuação defensiva, foi orientado para procurar o ataque. O desfalque é o goleiro Marcos, que fraturou um dedo da mão e será substituído por Neneca. Com o retorno do zagueiro André e do volante Frédson, o time também ganha maior força defensiva. Com dois volantes no time - além de Frédson, Hélcio está confirmado -, os meias Marquinhos e Alexandre terão mais liberdade para o apoio ao ataque. "Dentro de casa temos que fazer o serviço e conseguir os pontos", disse Marquinhos. "Se a gente jogar o natural que jogamos em casa, vamos sair com a cabeça erguida e com o resultado a nosso favor."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.