Divulgação/Paraná
Divulgação/Paraná

Paraná retorna aos treinos presenciais, mas confirma um caso de covid-19

Nome do profissional e função que ele exerce não foram divulgados pelo clube

Redação, O Estado de S.Paulo

03 de junho de 2020 | 14h09

Mesmo com o Campeonato Paranaense paralisado por conta da pandemia do novo coronavírus, o Paraná retornou às atividades presenciais nesta quarta-feira. Após 65 testes com atletas, comissão técnica, dirigentes e funcionários, um caso de covid-19 foi registrado. O nome do profissional, porém, não foi revelado.

"A pessoa em questão já está em quarentena, seguindo os protocolos dos órgãos de saúde. Assintomático, passará por nova testagem e a partir deste resultado poderá retornar, nos próximos dias, aos trabalhos normalmente", destacou o clube tricolor através de nota oficial, na qual ainda revelou como foram as atividades.

"Nesta quarta-feira foram realizadas as avaliações físicas e fisiológicas no Ninho da Gralha. Os atletas realizaram estas atividades em cinco grupos reduzidos - de seis ou sete jogadores (um deles apenas com os três goleiros) - respeitando o distanciamento social e os procedimentos de higiene e prevenção necessários neste momento", completou o comunicado.

Entre os seis times do Campeonato Paranaense que já retomaram as atividades in loco e fizeram testes de covid-19, o Paraná foi o segundo a confirmar contágio. Anteriormente, o FC Cascavel registrou três casos - um deles foi o presidente, Valdinei Silva, e os demais são jogadores. O Athletico-PR não divulgou resultados. Por outro lado, Londrina e o Rio Branco não retomaram os treinamentos.

O Estadual foi interrompido após a primeira fase. PSTC e União Beltrão foram rebaixados. Por outro lado, as quartas de final terão Paraná x Coritiba, Cianorte x Operário, Rio Branco x FC Cascavel e Londrina x Athletico-PR.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.