Paraná vai ao Olímpico e bate o Grêmio

O Grêmio jogou mal e perdeu para o Paraná Clube, neste sábado à tarde, em Porto Alegre, por 2 a 0, pela 40ª rodada do Campeonato Brasileiro. A derrota manteve a equipe gaúcha na lanterna, com 37 pontos ganhos, enquanto o Paraná chegou aos 57, atingindo, provisoriamente, a oitava posição do campeonato.Mal o jogo havia começado e a torcida do Grêmio, cheia de esperança, teve a primeira decepção. Aos dois minutos, numa falta na frente da área, o Paraná abriu o placar com Fernando Miguel pegando o rebote de Eduardo Martini. O 1 a 0 deixou o time do Grêmio atônito, sem saber o que fazer. O adversário, com o terceiro melhor ataque da competição dominava o jogo com um excelente toque de bola e muita objetividade.Caio e Marquinhos comandavam o time que, aos 16 minutos fez 2 a 0 através do artilheiro Renaldo. Ele aproveitou um cruzamento de Valentin e, de cabeça, tocou sem chances para Eduardo Martini.Aos 24 minutos Adílson Batista fez uma mudança que melhorou o Grêmio: retirou Marcos Paulo para a entrada de Roger e a passagem de Gavião para o meio-campo. Com isso, estancou, em parte, com a impetuosidade do Paraná e criou quatro chances de gol: três com Christian e uma Tinga, todas defendidas pelo goleiro Flávio. Na saída para o intervalo, Carlos Miguel sintetizou os problemas de sua equipe: "Temos que ter mais velocidade no ataque e errar menos passes".Isto, no entanto, não aconteceu e o Grêmio, bem marcado, não conseguiu criar grandes chances de gol. Aos 24 minutos, para piorar, Leânderson foi expulso e o Grêmio, que precisava reagir, estava amordaçado em campo. O Paraná, inteligente, administrava o jogo com competência. Só arriscava o ataque em esporádicos contra-golpes, que não davam em nada.O Grêmio, com Marcelinho em lugar de Christian também nada conseguia. Vai tentar uma recuperação na próxima quarta-feira, contra o Cruzeiro, líder do campeonato, no Mineirão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.