Paraná vence e vai à Copa Sul-Americana

O Paraná Clube garantiu-se na Copa Sul-Americana ao vencer o Vitória por 2 a 0, hoje à tarde, no Estádio Pinheirão, em Curitiba. Com domínio da partida, o time paranaense não teve dificuldades para fazer o placar diante de um Vitória que mostrou apenas vontade. O atacante Renaldo, que irá para o futebol sul-coreano, queria a artilharia isolada do campeonato. Fez apenas um, somando 30 gols, e foi ultrapassado por Dimba, do Goiás, que chegou a 31. Dentro do previsto, o Paraná Clube começou o jogo todo no ataque, marcando a saída de bola do Vitória, que estava com um time alterado, já estudando a composição para o próximo ano. Sem almejar mais nada no campeonato, o time baiano mantinha apenas Alecsandro no ataque, apostando nos contra-ataques. A pressão paranista surtiu efeito aos 16 minutos. Fernando Miguel recebeu a bola, ajeitou-a e mandou um balaço para vencer o goleiro Juninho. Depois do gol, o time paranaense passou a dar espaço ao Vitória, mas os atacantes não souberam aproveitar. Nesse momento brilhou a estrela de Renaldo, artilheiro do Paraná. Em cobrança de falta de Marquinhos, a bola encontrou-o no meio da área. Com um toque de cabeça, ele tirou-a do alcance do goleiro. O Paraná não voltou com o mesmo espírito de marcação no segundo tempo. E o Vitória aproveitou-se para criar algumas chances de gol. No entanto, apesar da entrada de Gilmar no lugar de Samir, o atacante Alecsandro continuava isolado na frente e não conseguia dar continuidade às jogadas. A partir dos 15 minutos, o Paraná preferiu apenas cercar o adversário deixando o tempo correr para comemorar a vaga na Sul-Americana.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.