Paraná vence o Figueirense: 3 a 0

A dupla de ataque dos sonhos dos torcedores do Paraná Clube não apareceu neste sábado à tarde no Estádio Pinheirão, em Curitiba.Borges estava mal e foi substituído, enquanto Renaldo perdeu dois pênaltis - o goleiro Edson Bastos defendeu ambos. Mas brilhou a estrela do meia Tiago Neves, um dos principais jogadores na vitória por 3 a 0 sobre o Figueirense. "O time jogou bem e mereceu a vitória", elogiou. O Paraná soma 18 pontos, enquanto o Figueirense, que reclamou muito do juiz, permanece com 10. Apesar do domínio do Paraná, o primeiro tempo foi bastante truncado. O time da casa procurava sair para o jogo, mas não tinha boa coordenação tática e nem acertava os passes, facilitando o trabalho do Figueirense, que tentava jogar no contra-ataque. Até que o veterano zagueiro Cléber resolveu tomar a iniciativa. Aos 20 minutos, desceu ao ataque, fez um gol, mas o juiz marcou impedimento. Reclamando, ele demorou para voltar e permitiu o contra-ataque que terminou no gol de Neto, aos 21 minutos. Se não bastasse isso, o zagueiro deu um carrinho aos 43 minutos e foi expulso. Para suprir essa ausência, o técnico do Figueirense, Marco Aurélio, fez boas alterações ao retornar para o segundo tempo, tentando cercar o Paraná no meio-de-campo, liberando os atacantes. Mas não contava com a habilidade de Tiago Neves, que ampliou o placar logo aos 7 minutos, com um belo chute. No desespero, o Figueirense não fez mais nada, enquanto o Paraná ainda marcou o terceiro aos 35 minutos, com André Dias.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.