Paraná vence o Inter e ainda sonha com permanência na Série A

Resultado ainda dá ânimo extra ao time paranista, enquanto Inter ainda pensa em escapar da zona de risco

Julio Cesar Lima, especial para o Estadão

28 de outubro de 2007 | 20h55

Em sua luta contra o rebaixamento, o Paraná conseguiu um fôlego na competição ao vencer o Internacional por 1 a 0 no estádio Durival Britto e Silva, em Curitiba (PR) com um gol do atacante Josiel, aos 23 minutos do segundo tempo, na noite deste domingo. Em 18.º lugar, o Paraná chegou aos 37 pontos, mas ainda permanece com quatro pontos atrás de Corinthians e Goiás, ambos com 41 pontos. O Inter caiu para o 13.º lugar, com 44 pontos.  Veja também: Classificação Calendário / Resultados A partida começou sob uma forte chuva e as duas equipes encontraram dificuldades para tocar a bola. Com uma forte marcação no meio de campo, o Paraná tomou a iniciativa do jogo e aos 17 minutos quase abriu o placar com um forte chute defendido por Clemer.  Paraná Clube1Gabriel; Léo Matos    , Nem, Neguette e Paulo Rodrigues; Goiano, Jumar    , Robson (Giuliano) (Adriano), Batista (Jéferson); Vandinho e JosielTécnico: Saulo de Freitas Internacional0Clemer; Wellington Monteiro, Índio    , Sorondo e Marcão; Edinho (Pinga), Magrão, Guiñazu     e Alex (Christian); Fernandão e Gil (Adriano    )Técnico: Abel BragaGols: Josiel, aos 23 minutos do segundo tempoÁrbitro: Sérgio da Silva Carvalho (DF)Renda: R$ 69.965,00Público: 7.597 totalEstádio: Durival Britto e Silva, em CuritibaO Inter adiantou sua marcação, equilibrou as ações e dois minutos depois, aos 19, Guiñazu quase surpreende Gabriel após driblar dois zagueiros e chutar forte para a defesa do goleiro tricolor. Precisando da vitória, o Paraná entrou mais ofensivo na segunda etapa e o técnico Saulo de Freitas trocou o volante Batista pelo atacante Jéferson, além de colocar Giuliano para dar mais mobilidade ao meio. A estratégia deu certo e aos 23 minutos, após seguidos ataques, Josiel concluiu para as redes um escanteio cobrado por Robson pela esquerda e abriu o placar para o time da casa. O gol o deixou isolado na artilharia do campeonato com 19 gols. O técnico Abel Braga ainda colocou o atacante Christian em campo e mesmo com três jogadores de ataque, o Internacional apenas pressionou, mas a defesa do Paraná soube segurar o placar.  Para Josiel, que chorou ao marcar o gol da vitória, o resultado devolveu a confiança à equipe para sair da zona de rebaixamento. "Havia muita pressão por causa dessa situação que a gente vive e fiquei muito emocionado", disse o atacante.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.