Paraná vence o Ipatinga e dá fim a jejum de vitórias

Depois de quatro derrotas seguidas, enfim o Paraná voltou a sentir o gostinho da vitória no Campeonato Brasileiro da Série B ao vencer o Ipatinga por 2 a 0, nesta terça-feira, em Curitiba, pela 11.ª rodada da competição. Os gols paranistas foram marcados por Gabriel e Fabinho, ambos no primeiro tempo.

AE, Agencia Estado

14 de julho de 2009 | 22h15

No entanto, apesar da vitória, o Paraná ainda vive situação delicada e segue nas últimas colocações, agora com 11 pontos. O Ipatinga, por sua vez, continua ocupando posição intermediária na tabela de classificação, com 15.

Os donos da casa começaram partindo para cima e fizeram o primeiro gol logo aos seis minutos. O zagueiro Gabriel cobrou falta, a bola desviou na zaga e morreu no fundo das redes. Aos 17, Fabinho aproveitou bate e rebate na área e chutou duas vezes para ampliar o marcador. No segundo tempo, o Paraná controlou o jogo diante de um adversário impotente no ataque.

O clube paranaense volta a campo no próximo sábado para encarar o líder Guarani, às 16h10, em Campinas. O Ipatinga, por sua vez, joga na próxima sexta contra o Brasiliense, às 21 horas, no interior de Minas Gerais.

Ficha técnica

Paraná 2 x 0 Ipatinga

Paraná - Ney; Gabriel, Freire e Dirley; Murilo, Adoniran, João Paulo, Davi e Fabinho (Bebeto); Wando (Malaquias) e Alex Afonso (Élvis). Técnico: Sérgio Soares.

Ipatinga - Marcelo Cruz; Cláudio, Léo Oliveira (Marcelo Moscatelli), Alessandro Lopes e Marinho Donizete (Alex Silva); Thiago Mathias, Lucas, Max Carrasco e Leandro Brasília; Marcelo Ramos (Diego Silva) e Amílton. Técnico: Marcelo Oliveira.

Gols - Gabriel, aos 6, e Fabinho, aos 17 minutos do primeiro tempo.

Cartões amarelos - Davi, Fabinho e Alex Afonso (Paraná); Alessandro Lopes, Thiago Mathias e Marcelo Moscatelli (Ipatinga).

Cartão vermelho - Max Carrasco (Ipatinga).

Árbitro - Paulo Henrique Bezerra (SC).

Renda - R$ 37.575,00.

Público - 2.634 pagantes.

Local - Estádio Durival de Britto, em Curitiba (PR).

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.