Paranaense-05: Tribunal "resgata" dois

O juiz Silvio Hideky Yamagushi, da Comarca de Engenheiro Beltrão, no centro-oeste do Paraná, determinou que os times do Engenheiro Beltrão e do Império disputem a Série Ouro do Campeonato Paranaense no próximo ano. Os dois tinham sido rebaixados, mas o juiz considerou que houve desrespeito ao Estatuto do Torcedor. A ação foi impetrada por um torcedor do Beltrão, Francisco de Assis Alves.Ele alegou que a Federação Paranaense de Futebol (FPF) não respeitou o artigo 9 do estatuto, que proíbe alteração no regulamento de uma competição depois da divulgação definitiva, salvo após dois anos de vigência. No Paraná, o regulamento de 2004 estabelecia como critério para o rebaixamento um quadrangular, enquanto em 2005 os dois últimos foram rebaixados diretos. Alves disse ter se sentido lesado em seu direito como torcedor, pois a alteração teria sido feita com o campeonato em andamento. Ele acentuou que esperava a realização do ?Torneio da Morte? e foi surpreendido com a notícia do rebaixamento de seu time. Como não há tempo hábil para a realização do quadrangular, o juiz determinou que a FPF mantenha os dois clubes na Série Ouro em 2006. A FPF, por meio de nota, disse que aguarda a notificação. ?Tão logo seja citada a Federação tomará as medidas necessárias para agravar a decisão no sentido restabelecer o rebaixamento?, disse o presidente Onaireves Rolim de Moura. Segundo a Federação, a fórmula do rebaixamento foi decidida no arbitral, quando os clubes aceitaram a proposta de abolir o quadrangular. Independentemente da decisão da justiça comum, o Engenheiro Beltrão também entrou com uma ação na justiça desportiva, que ainda está sendo depreciada.

Agencia Estado,

05 de outubro de 2005 | 21h47

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.