Paranaense começa sob a ameaça de ser paralisado

Apesar da sombra do tapetão que pode paralisar a competição, começa neste sábado, às 16h40, o Campeonato Paranaense com a partida entre o Corinthians Paranaense e o Cianorte, no estádio Janguito Malucelli, em Curitiba. Às 18h30, Coritiba e Serrano disputam a segunda partida no Durival de Britto, também na capital paranaense.

JÚLIO CESAR LIMA, Agencia Estado

16 de janeiro de 2010 | 08h13

Apesar do Tribunal de Justiça Desportiva do Paraná (TJD-PR) garantir a primeira rodada, o Pleno do STJD irá julgar no próximo dia 21 a ação do Arapongas, que pleiteia a vaga do Operário (Ponta Grossa) por causa de supostas irregularidades ocorridas na disputa da Segunda Divisão em 2009 e que lhe prejudicaram.

Ainda abalado pelo rebaixamento e a pancadaria que provocou a interdição do seu estádio por 30 partidas, o Coritiba promoveu dez jogadores juniores, liberou Marcelinho Paraíba e Carlinhos Paraíba para o São Paulo e vai tentar, conforme seu treinador Ney Franco, ser campeão para começar o ano com bom incentivo. Na primeira rodada, o Coritiba vai utilizar por empréstimo o estádio do Paraná.

"Vamos entrar no campeonato para sermos os campeões e depois ganharmos mais títulos", disse. Para isso, ele colocará um time mais ofensivo em relação ao ano passado contra o Serrano. O Coritiba entrará em campo com Edson Bastos; Rodrigo Heffner, Jeci, Pereira e Luciano Amaral; Rafinha, Enrico (Leandro Donizete), William e Renatinho. Na frente, Ariel e Marcos Aurélio fazem a dupla de ataque.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCampeonato ParanaenseCoritiba

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.