Parceiro de seleção, Juan festeja vinda de Diego ao Flamengo: 'Jogador de grupo'

Zagueiro e meia jogaram juntos nos títulos de 2004 e 2007 da Copa América

Estadão Conteúdo

21 de julho de 2016 | 18h17

O zagueiro Juan, capitão e um dos mais experientes atletas do Flamengo, comemorou nesta quinta-feira a chegada do meia Diego, que foi apresentado no dia anterior com grande festa por parte da torcida rubro-negra. "É um jogador de grupo, vitorioso e muito positivo, além de elevar nosso nível técnico ainda mais. A recepção no aeroporto foi só o começo. Mostrou até onde pode chegar essa idolatria caso ele vá bem em campo", comentou.

O veterano de 37 anos conhece o meio-campista da seleção brasileira. Juntos conquistaram duas Copas Américas, em 2004 e 2007. A expectativa agora é que a parceria renda frutos também no Flamengo.

O time rubro-negro faz um bom Campeonato Brasileiro. Ocupa a sexta colocação com 24 pontos, a apenas dois de distância do G4. Com Diego no elenco, Juan agora espera que o clube ainda consiga brigar pelo título. "É possível times ganharem campeonatos com as coisas não sendo feitas da maneira correta, mas trilhar um caminho de coisas positivas fora das quatro linhas resulta em um ciclo ainda maior de triunfos", opinou.

De acordo com Juan, o Flamengo só não está em situação melhor na tabela de classificação porque tem oscilado muito. "Nos cobramos bastante quanto a isso. Variamos muito em nossas apresentações. Nos falta uma constância nas partidas pela maior quantidade de tempo possível. Encontrando isso, conseguiremos engatar uma sequência de vitórias, o que aumentará nossa confiança ainda mais", finalizou.

O Flamengo vem de um empate por 3 a 3 no clássico com o Botafogo, no último sábado, no estádio Luso Brasileiro, no Rio, pela 15.ª rodada do Brasileirão. O time agora se prepara para enfrentar o lanterna América-MG, na segunda-feira, no estádio Kleber Andrade, em Cariacica, no Espírito Santo.

Tudo o que sabemos sobre:
FlamengoCampeonato BrasileiroFutebol

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.