Parem de tratar jogadores como cavalos, diz Klopp do Liverpool

O novo técnico do Liverpool, Juergen Klopp, criticou as pressões colocadas em jogadores jovens na Inglaterra e acredita que eles devem receber tempo para desenvolvimento, e não devem ser tratados como "cavalos".

REUTERS

22 de outubro de 2015 | 10h20

O meia do Liverpool Jordan Rossiter voltou ao clube com uma lesão que irá deixá-lo de fora por um mês, após jogar pela seleção inglesa Sub-19 contra a Macedônia, Finlândia e Itália.

Todos os três jogos foram disputados em menos de uma semana.

"Nunca ouvi falar de um jogador jovem recebendo pedidos para jogar três jogos em cinco dias", disse Klopp a repórteres. "Não sei com quem preciso falar sobre isso, mas pessoas do clube irão entrar em contato com a federação, porque isto não está certo", afirmou.

"Se os tratarmos como cavalos, então teremos cavalos. Preferimos dar tempo para desenvolvimento e não sentirem tanta pressão. Três jogos em cinco dias para uma pessoa de 18 anos é simplesmente errado", acrescentou.

O ex-técnico do Borussia Dortmund comanda o Liverpool em casa pela primeira vez nesta quinta-feira, contra o Rubin Kazan pela Liga Europa.

(Reportagem de Shravanth Vijayakumar)

Tudo o que sabemos sobre:
FUTINGLESKLOPPCAVALOS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.