Divulgação/PSG
Divulgação/PSG

Paris Saint-Germain anuncia a contratação do goleiro italiano Gianluigi Buffon

Goleiro acerta contrato válido por um ano e passa a ser companheiro de Neymar no clube francês

Estadao Conteudo

06 Julho 2018 | 15h10

O Paris Saint-Germain oficializou no início da tarde desta sexta-feira a contratação do experiente goleiro Gianluigi Buffon. O italiano chegou a Paris nesta sexta para realizar exames médicos e, em seguida, assinou contrato com validade de um ano, que pode ser prorrogado para mais um.

+ Griezmann: 'Não festejei porque dei primeiros passos no futebol com um uruguaio'

+ Veja a tabela da Copa do Mundo

+ Confira as notícias da Copa da Rússia

Ícone da Juventus, da Itália, clube que defendeu por 17 anos, Buffon foi anunciado nas redes sociais do clube francês. O PSG divulgou um vídeo de 30 segundos no Twitter em que exibe o goleiro vestindo a camisa do novo clube.

"O Paris Saint-Germain está muito feliz em anunciar a chegada de Gianluigi Buffon", comunicou o clube em suas redes sociais. O PSG ainda não confirmou, mas, de acordo com a imprensa francesa, a apresentação do goleiro acontecerá na próxima segunda-feira.

O lendário goleiro construiu sua carreira no futebol italiano. Foi revelado pelo Parma e fez história com a camisa da Juventus, clube pelo qual atuou de 2001 até este ano. Em Turim, acumulou títulos. Os mais importantes foram o Campeonato Italiano, que venceu nove vezes, sendo sete consecutivas, quatro Copas da Itália e cinco vezes a Supercopa da Itália.

Apesar das inúmeras conquistas, Buffon não conseguiu levantar a taça da Liga dos Campeões da Europa. Passou perto. Foi vice-campeão do principal torneio de clubes da Europa três vezes, sendo a última delas em 2017, quando os italianos perderam a final para o Real Madrid.

Na última temporada, a Juventus foi eliminada nas quartas de final de novo pelo Real Madrid. A partida iria para a prorrogação até que o jogo foi decidido com um pênalti polêmico assinalado a favor do time espanhol nos últimos lances da partida, o que fez Buffon reclamar com o árbitro inglês Michael Oliver e ser expulso por isso.

Como punição, o Comitê Disciplinar da Uefa suspendeu o goleiro por três partidas a ser cumpridas em competições europeias. Assim, ele perderá os três primeiros jogos do PSG na Liga dos Campeões na próxima temporada.

O maior feito do goleiro foi pela seleção italiana, com a qual conquistou a Copa do Mundo de 2006, na Alemanha. Buffon teve atuação decisiva na final contra a França e acabou sendo eleito o melhor goleiro do torneio.

 

 

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.